segunda-feira, 4 de março de 2013

A origem do vinil







É engraçado quando uma geração movida pela diversão não tem contato ou sequer sabe o valor histórico do vinil e a influência que ele tem no que a indústria musical apresenta agora.

O toca discos propriamente dito surgiu da transição de um aparelho feito para armazenar recados na empresa e ao longo das pesquisas de um inventor, que queria transformar em algo para diversão, surgiu no final do século XIX, em 1894, o gramaphone. No princípio se expandiu primeiro na Europa e era usado para grava de tudo. Além de música, monólogos e recitais.

Nos Estados Unidos o equipamento coincidiu com um movimento chamado Vaudeville, cujo a característica eram apresentações seguidas de vários artistas: cantores, músicos, malabaristas, mágicos entre outros, que logo fizeram seu repertório para ser gravado. Nessa época, as marchas e sons militares, assim como a opera que exaltavam a potência da voz, se tornaram bem populares. Então no início do século XX apareceram as primeiras gravadoras. E assim começou o cenário musical a se profissionalizar e lançar tendências criando um mundo em sua volta. Os aparelhos de jukebox se tornaram cada vez mais comuns em bares e lanchonetes a partir de 1930. Armazenavam em média vinte discos, que eram ouvida uma sequencia escolhida por aquele que o ativava com uma moeda.

Exemplo de vaudiville:











O vinil LP surgiu a partir de 1940, substituindo o antigo formato feito em goma-laca que era mais pesado e tocava apenas uma música em cada lado do disco. Além de mais leve,o LP dava ao som uma qualidade melhor, eram mais maleáveis e resistentes. Mas durou pouco. Logo foi substituído pelo cd, só que foi não esquecido. Até hoje ele é conhecido por preservar a originalidade dos sons que o cd não consegue alcançar.Por isso se torna alvo de colecionadores que vão em busca de raridades em lojas com pouca representatividade comercial, mas que agregam um produto que lhes tem valor. As próprias gravadoras lançam uma edição limitada em vinil, de olho nesse consumidor mais interessado em garimpar  e colecionar. Isso tudo contando com formas mais modernas de usa-lo:

Design moderno de uma radiola












fonte:
 vinyl history

Discos de vinil